O que é precificação?

A precificação é o processo em que o preço de um bem é definido pelo seu vendedor, podendo ser produtos, serviços ou mesmo ativos financeiros.

De uma forma comum, a precificação ocorre após serem conhecidos alguns parâmetros que estão à volta do bem a ser vendido. Entre eles estão os custos, as características do público-alvo e referências no setor. Referências ao preço devem ser encontradas no negócio utilizando técnicas adequadas de contabilidade e marketing.

O valor final dependerá ainda da margem de lucro desejada, após analisar as possibilidades, sendo calculado como:

Preço de venda = Custos e Despesas + Lucro esperado

Estratégias de precificação de produtos e serviços

Em negócios onde é possível obter dados e efetuar uma análise de mercado, a precificação parte de estratégias que potencializam a obtenção de lucros e até mesmo a conquista de mais clientes.

O método de definição do preço varia conforme as necessidades da empresa, e adaptado ao conhecimento técnico dos gestores.

Na precificação, diferentes fatores devem ser considerados ao definir o valor do produto ou serviço:

  • concorrência,
  • clientes,
  • fornecedores,
  • custos da empresa e
  • impostos e taxas.

Preços sobre os custos

Definir preços sobre os custos é o passo em que se conhece a estrutura da empresa e as possibilidades de definição do preço e de descontos.

Analisando todos os custos associados ao produto ou serviço, é possível definir melhor as margens de lucro possíveis a serem aplicadas.

No longo prazo, estes valores podem ser melhor administrados e, com a redução de custos e despesas, tanto é possível elevar os lucros, como fazer melhores preços em comparação à concorrência.

Comparação de preços no setor

Preços de produtos e serviços já conhecidos são o principal sinal para conhecer a concorrência e características do mercado.

O vendedor pode definir o seu preço acima, igual ou abaixo dos seus concorrentes conforme a qualidade do produto vendido.

Tudo irá depender do grau de diferenciação e da percepção dos clientes sobre ele. Em muitos casos, os preços funcionam como um "sinal" aos consumidores das características do produto.

Conhecendo melhor o mercado

Após entrada no mercado, ou através da contratação de uma consultoria, os gestores conseguem definir melhor diferentes cenários do que pode ocorrer com preços mais altos ou mais baixos.

Uma das possibilidades é entender como funciona a sua oferta e demanda, e como poderiam reagir após alterações nos preços praticados.

Por exemplo, em alguns mercados a elevação do preço não reduz tanto a quantidade procurada, permitindo garantir lucros com a estratégia correta.

Precificação de ativos financeiros

Os ativos financeiros, apesar de receberem muitas vezes os preços que são definidos pelas forças do mercado, podem ter suas precificações considerando modelos financeiros.

O mais conhecido é conhecido como Capital Asset Pricing Model (CAPM), ou Modelo de Precificação de Ativos Financeiros. Seu conceito parte por considerar a precificação com base no retorno esperado por um ativo (ou carteira de investimentos) e o risco associado.

Neste modelo, um dos pioneiros e muito utilizado em diferentes áreas além da financeira, a precificação considera as componentes:

  • Rf - taxa de juros livre de risco (por exemplo a Selic);
  • β - Índice Beta, que indica o risco associado ao investimento;
  • Rm - taxa de remuneração do mercado (como variações do Ibovespa).

A medida busca definir um valor esperado para o retorno do ativo tendo como base a taxa de juros de risco nulo e em um modelo linear conhecido como Security Market Line (SML):

  • E(Ri) = Rf + β×(Rm - Rf)

Saiba mais: o que é CAPM e como calcular

O que é PIS/PASEP O que é precificação? O que é Pro Rata