Gestão da qualidade

A Gestão da Qualidade Total, conhecida por abordagem TQM (Total Quality Management), é um modelo de administração que tem como objetivo aprimorar a qualidade de todos os processos organizacionais.

Esse aprimoramento acontece a partir do envolvimento de todos os funcionários e fornecedores, por isso é conhecida como “total”. Essas pessoas envolvidas em um processo são chamadas stakeholders, ou grupos de interesse, que podem ser influenciadas a melhorar a qualidade da operação.

A aplicação da TQM dentro das empresas acontece como um processo de melhoria contínua, caracterizada pelas constantes mudanças que aprimoram a organização e agregam valor aos produtos ou serviços oferecidos.

Sistema de gestão da qualidade - SGQ

O sistema de gestão da qualidade (SGQ) é implementado nas empresas como garantia da qualidade, na oferta de produtos ou serviços que satisfaçam as necessidades dos seus clientes.

Quando estabelecida a gestão de qualidade em uma empresa, a SGQ será a estrutura organizacional criada para acompanhar a execução das atividades operacionais, com os detalhes requeridos. 

O SGQ de uma empresa é composto de processos operacionais, processos de suporte e de gestão, bem como de procedimentos que orientam como executar determinada tarefa com o detalhe requerido, mas também, a definição das respectivas responsabilidades.

Este tipo de sistema pode ser seguido por padronizações conhecidas, que tanto auxiliam as empresas na aplicação da qualidade, como também indicam aos clientes qual o nível de preocupação da organização em oferecer seus produtos. Entre as mais conhecidas temos a ISO 9001.

A norma ISO 9001

A ISO (International Organization for Standardization), é uma entidade não governamental, que padroniza a nível mundial, normas de qualidade que são aplicadas em qualquer tipo de organização. 

Estas normas internacionais são aprovadas através de consenso global e ajudam a quebrar as barreiras ao comércio internacional, indicando especificações de produtos e serviços, bem como as melhores práticas para tornar a indústria mais eficiente e eficaz.

As empresas que são avaliadas com essas normas recebem uma certificação de qualidade, que demonstra aos seus clientes, ou ao mercado onde participa, as preocupações com a qualidade dos seus produtos oferecidos.

Ferramentas da qualidade

As ferramentas da qualidade são utilizadas nas empresas para mensurar, aplicar e demonstrar com facilidade, os problemas encontrados nos processos produtivos, ou de serviços, e aumentar o foco na qualidade.

Essas ferramentas usam medidas e figuras estatísticas que demonstram os níveis da qualidade necessária, de fácil identificação e envolvimento de todos os funcionários.

São mais conhecidas como as Sete Ferramentas Básicas da Qualidade, com diferentes modelos de identificação de problemas e que definem os caminhos para se alcançar a qualidade. São elas:

  1. Fluxograma: representação do passo-a-passo de um processo;
  2. Diagrama de Ishikawa: identificação das causas de um problema;
  3. Folhas de verificação: formulários preenchidos com os dados coletados;
  4. Diagrama de Pareto: ordenação dos problemas, dos maiores para os menores;
  5. Histograma: gráfico de barras que representa a frequência dos problemas encontrados;
  6. Diagrama de dispersão: gráfico utilizado para a comparação de diferentes causas de problemas;
  7. Cartas de controle: gráfico que acompanha o quanto um processo é feito com qualidade, em diferentes momentos.

As sete ferramentas da qualidade, quando bem aplicadas, elevam os níveis da qualidade analisados, por meio da resolução dos problemas apresentados, ou também, na mudança de processos produtivos.

Você também pode saber mais sobre Diagrama de ParetoDiagrama de Ishikawa e Indicadores de desempenho.