O que é planejamento?

Planejamento é uma ferramenta de gestão empresarial que consiste em desenhar os caminhos para o alcance de um objetivo, antecipando os possíveis cenários.

O planejamento é um processo de tomada antecipada de decisões. Por meio do planejamento, o gestor já sabe o que precisará fazer antes que uma ação seja necessária. Isso porque, ao criar a estrutura e desenhar o plano de aplicação de suas ideias, ele já terá estudado e selecionado caminhos alternativos com base em simulações de futuro, estando preparado para contornar adversidades e para aproveitar oportunidades.

O planejamento, no entanto, não deve ser visto como um processo estático. Ele também pressupõe um processo contínuo de reavaliação das decisões.

O objetivo do planejamento é permitir que o gestor implemente decisões mais assertivas e estudadas, prevendo e minimizando fatores que podem ter um impacto negativo no alcance do objetivo e melhor aproveitando os fatores facilitadores desse processo.

As teorias de gestão identificam quatro funções administrativas: planejamento, organização, direção e controle. Portanto, podemos dizer que o planejamento é uma etapa fundamental da administração.

Níveis de planejamento empresarial

É possível identificar três tipos de planejamento empresarial, que se diferenciam segundo o nível hierárquico que mobilizam: planejamento estratégico, planejamento tático e planejamento operacional. Na prática, os dois últimos níveis de planejamento acabam por ser desdobramentos do primeiro.

O que é planejamento estratégico?

O conceito de planejamento estratégico possui relação com o alcance de objetivos de longo prazo da empresa. Assim, por definição, ele envolve toda a organização. Sua elaboração é feita por aqueles que estão no topo da hierarquia e que, por isso, possuem uma visão mais global.

Esses gestores também possuem mais condições de acompanhar o que se passa no ambiente externo, que é onde estão os fatores sobre os quais a organização não tem controle, como a concorrência e as mudanças na economia e no mercado.

O que é planejamento tático?

O planejamento tático visa atingir os objetivos táticos definidos no planejamento estratégico. Ele se desenvolve em uma área funcional determinada e visando um resultado específico. Ou seja, ele não abrange a empresa como um todo.

O planejamento tático está relacionado com os níveis intermediários da hierarquia da empresa e possui uma duração menor do que o planejamento estratégico. Em vez do longo prazo, o planejamento tático tem como horizonte o médio prazo.

O que é planejamento operacional?

Assim como o planejamento tático, o planejamento operacional é fruto de desdobramentos do planejamento estratégico. Ele envolve níveis inferiores da organização e trabalha no curto prazo.

O foco do planejamento operacional são as atividades rotineiras da empresa. Identificar as tarefas que devem ser executadas e os recursos necessários para cada uma dessas atividades é a função do planejamento operacional. Seus alvos são, portanto, mais palpáveis e mensuráveis.

Passo-a-passo para fazer um planejamento estratégico

Podemos identificar uma série de etapas que permitem ao gestor aplicar o planejamento estratégico em sua empresa.

Análise externa

Essa primeira etapa consiste em identificar quais os fatores ambientais que influenciam o desempenho da organização. Ela permite desenhar cenários futuros de conjuntura, aos quais a empresa poderá ter de se adaptar.

Análise interna

O principal objetivo desta etapa é conhecer os pontos fortes e fracos da empresa para saber como ela se situa dentro do seu mercado. Para isso, é possível utilizar ferramentas como o benchmarking e a análise SWOT.

Definição de missão, visão e valores

O estabelecimento da missão, da visão e dos valores da empresa é o guia para saber aonde ela quer chegar. Só depois de ter isso claro é possível determinar seus objetivos estratégicos. O ideal é que a definição da missão, da visão e dos valores considere a análise feita nas etapas anteriores.

Definição dos objetivos estratégicos

Os objetivos estratégicos são aqueles mais amplos, que dialogam diretamente com a missão da empresa. Por exemplo, no caso de uma empresa que tenha entre suas missões proporcionar o bem-estar de seus colaboradores, um de seus objetivos estratégicos poderia ser, por exemplo, diminuir a rotatividade dos seus recursos humanos até um determinado patamar.

Definição dos objetivos táticos

Para definir os objetivos táticos, é preciso desmembrar os objetivos estratégicos, identificando os setores da empresa que estão envolvidos no alcance de cada meta mais ampla. Os objetivos táticos serão desenhados pensando especificamente em cada um desses setores.

Se a empresa estabeleceu como objetivo estratégico reduzir a rotatividade da mão de obra em 20%, por exemplo, ela deverá agora estudar como cada setor terá de colaborar para isso, definindo as metas intermediárias a serem atingidas por eles.

Assim, o setor de Recursos Humanos poderá receber como meta ampliar os canais de diálogo com os funcionários, enquanto o departamento financeiro poderá ficar encarregado de implementar um plano que permita um aumento dos salários sem comprometer as contas da empresa.

Definição dos objetivos operacionais

Os objetivos operacionais correspondem às formas de aplicação prática dos objetivos táticos. Geralmente, correspondem a tarefas ou operações específicas. Eles são as etapas do plano de ação para atingir as metas para cada setor.

Continuando no exemplo acima, um objetivo operacional vinculado à meta de ampliar os canais de diálogo com os funcionários poderia ser, por exemplo, aplicar um questionário para saber quais as suas principais queixas.

Implementação, monitoramento e controle

Definidos os objetivos e estratégias, é hora de garantir que eles sairão do papel. Para isso, é preciso um acompanhamento de sua implementação, o que pode ser feito por meio da adoção de indicadores de controle.

Para ter esses indicadores, é importante que o planejamento da empresa se traduza em um orçamento. Nele, as metas se transformam em projeções – por exemplo, de crescimento das vendas ou de limite de custos.

Confrontar as projeções traçadas no orçamento com os resultados que vão sendo atingidos pela empresa é umas das formas de avaliar se ela está no caminho certo ou se é necessário fazer algum ajuste.

Outros tipos de planejamento

O planejamento pode ser usado também em outros contextos dentro da organização. Em todos os casos, o conceito também pressupõe a determinação de objetivos e de caminhos para os alcançar.

O conceito de planejamento agregado tem relação com o controle da produção. Ele é um modelo de definição de estratégias visando conciliar a demanda e a capacidade produtiva da empresa. O planejamento agregado leva em conta os recursos disponíveis para decidir se é necessário aumentar ou reduzir a produção.

O planejamento financeiro trabalha com a projeção de receitas e de despesas, permitindo identificar o dinheiro que estará disponível para a corporação e a melhor maneira de o investir, além de evitar imprevistos que levem ao seu endividamento. Já o planejamento tributário tem como objetivo fazer com que a empresa consiga pagar menos impostos sem infringir a lei.

O conceito de planejamento também pode ser aplicado pensando nas estratégias de marketing e vendas, na gestão dos recursos humanos e no desenvolvimento de projetos, dentre outros.

Você também pode ter interesse em plano de negócios, plano de ação, análise SWOT, benchmarking e gestão.

O que é P&<? O que é planejamento? Planejamento financeiro