O que é Design Thinking

Design Thinking é uma metodologia inspirada no trabalho dos designers, que pode ser adotada por vários tipos de profissionais, como uma abordagem mais criativa e com foco nas necessidades humanas.

O trabalho de um designer passa por etapas de criação que exigem resultados em curto prazo e em atividades multidisciplinares, o que atraíram outros profissionais a adotarem uma posição semelhante.

Por conta disso, o Design Thinking é um processo que torna possível a resolução de problemas de uma forma criativa e inovadora a partir de constantes “renovações” no modo de pensar sobre um projeto.

Com esta abordagem é possível, por exemplo, pensar em um mesmo produto que seja adequado às necessidades de diferentes tipos de consumidores.

Como funciona o Design Thinking

Este método consiste em entender o usuário de um produto ou serviço, e ir trabalhando um conjunto de ideias que sejam as melhores para que se agregue valor em sua utilidade.

Para realizar um projeto com Design Thinking, um projetista deve utilizar métodos empíricos e estar em contato com o público, que deve se beneficiar do produto.

Existem algumas etapas, ou fases, que habitualmente acompanham os profissionais que utilizam esta abordagem, que de maneira geral acontece sobre 5 etapas.

Etapas do Design Thinking

Design Thinking

Empatia

A primeira etapa é estar em contato com as pessoas por meio da empatia, buscando se aprofundar no assunto através do relacionamento interpessoal.

Para o caso de se lançar um produto ou serviço, a empatia acontece quando nos colocamos no lugar do consumidor e entendemos a necessidade e utilidade que oferece.

Este processo é essencial para que profissionais que utilizam a abordagem do Design Thinking deixem de lado as próprias suposições, com o objetivo de entender melhor os usuários e suas necessidades.

Definição (de problemas)

Nesta etapa é preciso reunir todos os conhecimentos adquiridos com a empatia e definir a problemática sobre o que se está analisando.

Para esta "definição" é possível, por exemplo, analisar aquilo que pode ser um problema para os usuários de um produto ou algum serviço, atrapalhando ou reduzindo sua utilidade.

Ideação

Após entender as necessidades e os problemas dos usuários é possível passar à etapa de criação de ideias que resultam no desenvolvimento do produto.

Para isso é preciso realizar uma junção de ideias, por técnicas como o Brainstorming, em que o grupo de Design Thinking reúne as melhores ideias, estimulando o processo criativo.

Prototipação

Por esta fase é que começa a concretização das ideias, pela criação do produto com as características planejadas, ou seja, o protótipo.

Com o protótipo é possível reconhecer o modo prático, identificando se o produto oferece aquilo que os usuários necessitam ou se apresentam outros problemas possíveis.

Teste

Após a criação de um protótipo é que se chega a esta fase final, onde é possível testar com rigor o produto a ser criado, tendo em atenção a utilidade que oferece para o usuário.

O processo de teste pode não ser o fim, já que podem ser identificados novos problemas, voltando à etapa de definição de problemas.

Como é aplicado o Design Thinking

O designer thinking, profissional que adota esta metodologia, está sempre centrado em problemas que precisam de resoluções, buscando outros pontos de vista além do seu, em conjunto com outros designers.

A proposta deste modelo é a de cada profissional se aprofundar cada vez mais acerca dos problemas, permitindo obter soluções mais sofisticadas, e que são compartilhadas em grupo pelas reuniões de Brainstorming.

Além disso, esta é uma abordagem que pode ser adotada em qualquer tipo de atividade, seja ela empresarial, como também social.

Você também pode ter interesse sobre a abordagem que envolve a Gestão da Inovação.