Juros de mora: o que são e como calcular

Leonardo Pereira
Leonardo Pereira
Economista

Uma mora acontece quando existe um incumprimento. No caso de um pagamento em atraso, os juros de mora são aplicados em cobranças, a partir da data de vencimento, enquanto a conta não for paga e o devedor continuar em dívida.

Este tipo de juro é comum quando ocorre algum atraso no pagamento de algum título de crédito, ou também em documentos, como os boletos em geral. São utilizados como uma penalidade pelo incumprimento e também para estimular o pagamento em dia por parte dos consumidores.

Os valores de juros de mora são calculados somente sobre a parcela em atraso e sobre o tempo que a conta está em atraso. A porcentagem pode ser de, no máximo, 1% ao mês.

Como são calculados os juros de mora

Desde a data em que existe o incumprimento, os juros de mora começam a ser contados à uma razão que pode chegar a 1% no mês.

Até ao dia do pagamento, os juros se acumulam proporcionalmente dentro do prazo mensal. Se for estipulado que será se 1%, considerando 30 dias para o mês, a taxa diária fica em:

  • Taxa de juros de mora: 1% ÷ 30 = 0,033% ao dia.

Desta forma os juros podem ser calculados sobre a quantidade de dias do atraso até o dia do pagamento. Se acontecer em 15 dias, neste exemplo, os juros de mora ficam em 0,5% sobre a parcela atrasada.

Exemplo

Um consumidor deve uma parcela no valor de R$ 800, com uma taxa em juros de mora de 1% ao mês. O vencimento ocorreu no dia 10 do mês e está sendo paga somente no dia 30. O cálculo dos juros fica:

  • Juros de mora: 800,00 x ( 1% ÷ 30 ) x 20 = 800 x 0,67% = R$ 5,33

Somando os juros de mora ao valor da parcela, obtemos o valor final a pagar com estes 20 dias em atraso:

  • Valor a pagar com juros de mora: 800,00 + 5,33 = 805,33

Diferença entre juros de mora e multa

As multas também costumam fazer parte de um pagamento feito em atraso. Elas devem ser previstas no contrato e não podem passar dos 2%.

A principal diferença com os juros de mora é que as multas têm um valor fixo a partir do dia do incumprimento. Neste caso o tempo que durar o incumprimento não é considerado.

Para calcular o valor da multa basta multiplicar o valor da dívida em atraso pela porcentagem dela.

No exemplo anterior, com uma multa de atraso de 2%, o seu valor seria de:

  • Multa por atraso: 800,00 x 2% = R$ 16,00

Sendo que o valor a pagar com juros mais multa devem ser somados:

  • Valor final a pagar: 800,00 + 16,00 + 5,33 = R$ 821,33

Entenda melhor o significado e como calcular juros Pro Rata

Veja como são calculados os juros do rotativo do cartão de crédito

Leonardo Pereira
Leonardo Pereira
Licenciado em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto (2021), em Portugal