Quando vale a pena fazer um plano de previdência privada?

Fazer um plano de previdência privada pode ser útil para quem não possui disciplina para guardar dinheiro e não sabe como acompanhar seus investimentos, uma vez que o segurado assume um compromisso e a carteira do plano costuma oferecer rendimentos mais atrativos do que a poupança, por exemplo.

No entanto, quem se mantém bem informado e acompanha de perto o mercado poderia ter uma rentabilidade maior se optasse por investir sozinho, já que os bancos e seguradoras cobram taxas sobre os planos de previdência privada. Nesse caso, fazer um plano de previdência privada pode não compensar.

Outro problema diz respeito à liquidez do investimento. O contrato do plano pode permitir que o segurado saque o dinheiro investido no curto prazo em caso de necessidade. No entanto, além de taxas, para resgates feitos com menos de dez anos, existe um desconto maior de Imposto de Renda, que pode chegar a 35%.

Atenção aos riscos

Quem opta por um plano de previdência privada também precisa ter consciência de que não possui garantias caso a instituição que o administra enfrente problemas financeiros e vá à falência. Ou seja, se o banco ou a seguradora quebrar, o segurado entrará na massa de credores e pode demorar muito tempo para receber o dinheiro ou até ficar no prejuízo.

Por esse motivo, para quem busca segurança para o futuro, fazer uma previdência privada não dispensa a necessidade de uma diversificação dos investimentos. Manter paralelamente uma poupança, para emergências, reduz a chance de precisar resgatar a previdência privada antes da hora e, com isso, pagar taxas altas.

Além disso, o plano de previdência privada não pode ser encarado como uma alternativa à Previdência Social. Ele não é uma “aposentadoria privada” e deve ser pensado como um complemento à aposentadoria do governo, já que os valores pagos pelo INSS podem ser considerados insuficientes para a manutenção do padrão de vida quando se deixa de trabalhar.

Saiba o que é e como funciona a previdência privada e veja como escolher um plano.

Você também pode ter interesse em fator previdenciário, liquidez e consultoria financeira.

Turnover Financeiro Quando vale a pena fazer um plano de previdência privada?O que são valores de uma empresa?