Lucro líquido e lucro bruto: conceitos e como calcular

O lucro bruto e lucro líquido se diferenciam pelos fatores que cada um considera, sendo os custos variáveis e custos totais.

O lucro bruto considera somente os custos variáveis da empresa, que estão diretamente ligados à produção, por isso, também é conhecido como lucro operacional. Um exemplo é o custo com matéria-prima, que aumentam quanto mais é produzido.

O lucro líquido já passa a considerar todos os custos da empresa, variáveis e fixos, o que deve incluir as despesas com impostos, salários, energia elétrica, por exemplo, e que são independentes da produção.

Vale lembrar que, após calculado o lucro líquido, ainda terá um outro imposto a considerar, a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Como calcular lucro bruto

O lucro bruto é calculado apenas pelos custos diretos e que estão diretamente relacionados à produção, ou seja, quando são produzidas 1000 e 3000 unidades, os custos não serão os mesmos. É também conhecido como custos variáveis.

O cálculo deste lucro se dá pela fórmula:

  • Lucro Bruto = Receitas Totais - Custos Variáveis

Exemplo

Vamos considerar, como um exemplo simples, uma empresa que produz e vende apenas um produto:

  • Quantidade produzida: 50.000 unidades;
  • Preço de venda: R$ 50,00;
  • Custo por unidade produzida: R$ 12,00.
  • Imposto por unidade vendida: R$ 2,00.

As receitas totais com as vendas desta empresa, neste caso, é de R$ 2.500.000,00 (50.000 x R$ 50,00) e os custos de produção de R$ 700.000,00 (50.000 x R$ 12,00 + 50.000 x R$ 2,00), ou seja, os custos variáveis. Podemos calcular o lucro bruto utilizando a fórmula e vemos que o resultado será de R$ 1.800.000,00.

Como calcular o lucro líquido

O lucro líquido considera os custos variáveis, mas também os outros custos e despesas do negócio, conhecidos por custos fixos. Um exemplo é o salário dos funcionários, já que independente da quantidade de produção, eles possuem remuneração fixa. 

Com todos os custos e despesas considerados agora, temos os custos totais do negócio. Para o lucro líquido, o cálculo pode ser feito pela fórmula:

  • Lucro líquido = Receitas Totais - Custos Totais

Exemplo

Ainda considerando a empresa do exemplo anterior, consideramos agora as mesmas receitas e custos variáveis e adicionamos custos que são fixos para a empresa, como os salários e impostos fixos:

  • Receita total: R$ 2.500.000,00;
  • Custos variáveis: R$ 700.000;
  • Salários: R$ 280.000,00;
  • Impostos fixos: R$ 80.000.

Somando os custos totais temos o valor de R$ 1.060.000 (R$ 700.000 + R$ 280.000,00 + R$ 80.000,00), e com isso, o lucro líquido desta empresa, que é de R$ 1.440.000,00 (R$ 2.500.000,00 - R$ 1.060.000,00).

Mas afinal, o que é o lucro?

Em economia, um lucro é obtido quando uma pessoa realiza uma atividade que visa obter benefícios, mas que existem custos em fazê-la. Essa diferença de benefícios e custos, quando positiva, é conhecida por lucro.

Em uma empresa acontece o mesmo, pois existem custos com funcionários, fornecedores e impostos, por exemplo, enquanto os benefícios acontecem principalmente pelas vendas de seus produtos, conhecidas por receitas.

De maneira simples, o lucro se calcula subtraindo as receitas dos custos, também conhecido por "resultado do período":

  • Lucro de um negócio = Receitas - Custos e Despesas

As receitas se obtém multiplicando: Preço das vendas x Quantidades vendidas.

Se o resultado é negativo, o negócio não tem lucro, mas sim um prejuízo. Existe ainda um valor de quando as receitas e os custos são exatamente iguais, e não existem lucros ou prejuízos, conhecido por Ponto de Equilíbrio.

Além disso, o resultado do período pode ser calculado de maneira a se obter o "resultado bruto" ou o "resultado líquido", dependendo da informação que o gestor queria saber.

Lucro Arbitrado Lucro líquido e lucro bruto: conceitos e como calcularLucro por ação - LPA