Margem de lucro

A margem de lucro é um indicativo do quanto a empresa tem lucratividade nas atividades que realiza, em valores percentuais.

Esta margem serve para determinar o valor que um produto deve ser vendido, que é considerando todos os custos que a empresa possui, sejam estes variáveis, fixos, impostos ou depreciações, como exemplos:

  • Custos operacionais;
  • Custos de depreciações e amortizações;
  • Gastos em compras de matérias-primas ou mercadorias;
  • Despesas tributárias (como PIS, COFINS, ISS, Imposto de Renda, entre outros).

O preço que uma empresa vende seus produtos está acima dos custos e despesas que esta teve ao produzir. Se estiver abaixo dos gastos possui um prejuízo. De forma simples, o lucro, também conhecido por resultado do exercício, é calculado a partir de:

Lucro líquido = Vendas líquidas (Receitas) - (Custos e Despesas Totais)

Se este resultado se igualar a zero, isto é, as vendas e custos com mesmos valores, o negócio não possui lucros nem prejuízos e está em seu ponto de equilíbrio contábil.

Você pode saber mais sobre o que são os Pontos de Equilíbrio e tudo sobre o que é o Lucro.

Calculo da Margem de Lucro

A maneira mais simples de se calcular a margem de lucro é através da fórmula:

Fórmula margem de lucro

Pela parte superior da fórmula, é possível perceber que o resultado será o próprio lucro líquido total da empresa.

Com isso, o resultado é a porcentagem de margem de lucro da empresa, que podemos observar tomando como exemplo um lucro líquido de R$ 650.000,00 com receitas de R$ 1.500.000,00 de um negócio. Ficamos com:

ML = 650.000 / 1.500.000 x 100% = 43,33% de margem de lucro.

A interpretação deste resultado é de que "para cada R$ 1,00 vendido a empresa possui cerca de R$ 0,43 de lucro".

O mesmo pode ser feito para um produto em separado. Basta considerar o lucro e as receitas que tiveram acerca de uma mercadoria.

Margem de lucro bruto

A margem de lucro subtrai todos os custos e despesas, o que a deixa conhecida por "margem de lucro líquida". Por outro lado, é possível também obtermos a margem bruta pela fórmula:

Formula margem de lucro bruta

Desta vez só consideramos os custos operacionais para o cálculo, ou seja, o custo em produzir e o lucro sobre essa produção. No caso de empresas que apenas compram mercadorias para revender depois, este cálculo demonstra o lucro que o negócio tem sobre os produtos vendidos.

No caso de uma retalhista que compra mercadorias em um determinado mês por R$ 150.000,00 e as revende por R$ 230.000,00 obtém uma margem bruta de:

MB = ( 230.000 - 150.000) / 230.000 x 100% = 34,78%

Este resultado indica o lucro bruto desta empresa que se interpretar como que "para cada R$ 1,00 vendido a empresa gera lucros brutos de R$ 0,34".

Ao considerar todos os outros custos desta mesma empresa para o cálculo, voltamos ao conceito de margem líquida, que se ficar muito abaixo de 34,78% a empresa estará longe de uma margem de lucro ideal.

Você pode saber mais sobre como calcular margens de lucro.

Você pode querer saber também sobre as diferenças entre rentabilidade e lucratividade