O que é INPC?

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é um índice que mede a variação de preços para o consumidor na economia brasileira.

Este índice de inflação é medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e muito usado como referência em ajustes salariais.

INPC mensal e acumulado

Os dados para o INPC são recolhidos entre o primeiro e último dia de mês de referência, sendo medido e divulgado alguns dias após o final da recolha.

Os valores de cada mês podem ser somados dentro de um período anual ou relativamente aos últimos 12 meses. Os valores para este índice podem ser visualizados na tabela abaixo:

Tabela INPC 2019
Mês Valor mensal (%) Acumulado no ano (%) Acumulado em 12 meses (%)
JAN 0,36 0,36 3,57
FEV 0,54 0,90 3,94
MAR 0,77 1,68 4,67
ABR 0,60 2,29 5,07
MAI 0,15 2,44 4,78
JUN 0,01 2,45 3,31
JUL 0,10 2,55 3,16
AGO 0,12 2,68 3,28
SET -0,05 2,63 2,92
OUT 0,04 2,67 2,55
NOV 0,54 3,22 3,37

Ao final do ano o acumulado define a variação de preços anual medida pelo índice, quando coincide com o acumulado dos últimos 12 meses.

A inflação medida pelo índice ficou em 3,43% no ano de 2018. Confira os valores na tabela abaixo:

Tabela INPC 2018
Mês Valor mensal (%) Acumulado no ano (%) Acumulado em 12 meses (%)
JAN 0,23 0,23 1,87
FEV 0,18 0,41 1,81
MAR 0,07 0,48 1,56
ABR 0,21 0,69 1,69
MAI 0,43 1,12 1,76
JUN 1,43 2,57 3,53
JUL 0,25 2,83 3,61
AGO 0,00 2,83 3,64
SET 0,30 3,14 3,97
OUT 0,40 3,55 4,00
NOV -0,25 3,29 3,56
DEZ 0,14 3,43 3,43

Para anos anteriores ao de 2018, a inflação medida pelo índice pode ser conferida na tabela abaixo:

INPC dos últimos anos
Ano Acumulado no ano (%)
2017 2,07
2016 6,58
2015 11,28
2014 6,23
2013 5,56
2012 6,20
2011 6,08
2010 6,47
2009 4,11
2008 6,48
2007 5,16
2006 2,81
2005 5,05
2004 6,13
2003 10,38
2002 14,74
2001 9,44
2000 5,27

Como é medido o INPC

Este índice é produzido pelo IBGE a partir do Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor (SNIPC). Os dados são recolhidos em estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, concessionária de serviços públicos e internet de diferentes regiões metropolitanas do Brasil.

O foco deste índice feito pelo IBGE, são os bens destinados a consumidores e suas famílias, com rendas entre 1 e 5 salários mínimos e suas despesas no mês.

As despesas consideradas são divididas em grupos que fazem parte do orçamento familiar:

  • Alimentação e bebidas;
  • Habitação;
  • Artigos de residência;
  • Vestuário;
  • Transportes;
  • Saúde e cuidados pessoais;
  • Despesas pessoais;
  • Educação;
  • Comunicação.

Além da variação dos preços, cada uma dessas despesas possuem pesos para o orçamento das famílias e o cálculo do índice.

Quando a pesquisa é finalizada, é constatado o nível geral de preços calculado. O índice toma um valor 100 em um período base e outros valores em níveis de períodos a seguir, que indicam a variação do nível de preços.

Por exemplo, em dezembro de 1993 o número índice tomou valor 100. Já no mesmo mês em 2018 este valor era de 5.216,08, enquanto que em 2017 o nível era de 5.042,92. A variação neste período é o que resultou a inflação em 2018 de 3,43%. Já se quisermos calcular a variação desde dezembro de 1993, o cálculo é o mesmo:

  • Variação do índice INPC entre dez/17 e dez/18 = (5.216,08 ÷ 5.042,92) - 1 = 0,0343 ou 3,43%
  • Variação do índice INPC entre dez/93 e dez/18 = (5.216,08 ÷ 100,00) - 1 = 51,1608 ou 5.116,08%

Saiba como funciona e como é calculada a inflação.

Diferença entre INPC e IPCA

O sistema de coleta do IBGE também realiza nos estabelecimentos o levantamento dos preços para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A diferença é que a população pesquisada apresenta rendimentos entre 1 e 40 salários mínimos.

Além disso, o IPCA é considerado como o índice de inflação oficial do Brasil, principalmente por abordar os preços de diferentes classes sociais, enquanto o INPC concentra-se mais nas famílias com rendas mais baixas.

Entenda o que é e veja os valores acumulados do IPCA. Veja também os valores do IGP-M.