O que são índices de liquidez?

Os índices de liquidez são indicadores financeiros de análise de crédito que revelam quanto a empresa possui de recursos disponíveis para quitar suas obrigações com terceiros.

Estes indicadores, portanto, indicam a capacidade de pagamento de uma empresa. Eles são calculados através de um quociente que relaciona os valores de seu ativo com os valores de seu passivo.

Todas as informações necessárias para calcular um índice de liquidez estão disponíveis no balanço patrimonial da companhia.

Em geral, a solvência de uma empresa depende de um bom controle de seus fluxos de caixa e ciclos financeiros, além de suas capacidades em gerar lucro e de desenhar boas estratégias de financiamento e de investimento.

Como calcular e interpretar os índices de liquidez

A contabilidade trabalha com quatro tipos principais de índices de liquidez:

  • Índice de liquidez corrente;
  • Índice de liquidez seca;
  • Índice de liquidez geral;
  • Índice de liquidez imediata.

Cada um possui uma definição e um uso diferente. As formas como são calculados e como os seus valores são interpretados aparecem na tabela a seguir. Entretanto, você pode entender melhor sobre cada um no seguimento do texto.

Fórmulas de cálculo de índicez de liquidez, análise e interpretação da liquidez de empresas
Tipos de Índices de Liquidez

Os dois primeiros conceitos referem-se à capacidade de pagamento a curto prazo de uma empresa, enquanto o índice de liquidez geral amplia essa análise para o longo prazo.

Já o imediato, como o próprio nome diz, tem relação com os valores que a companhia poderia dispor imediatamente para pagar suas dívidas no curtíssimo prazo.

Confira abaixo o significado e as particularidades de cada um desses índices e saiba como calcular cada um.

Índice de liquidez corrente

Também chamado de índice de liquidez comum, o índice de liquidez corrente mede a capacidade de pagamento de uma empresa no curto prazo. Ele é um dos indicadores mais conhecidos para se analisar a capacidade de pagamento de uma companhia.

Fórmula de cálculo do índice de liquidez corrente

O índice de liquidez corrente é calculado dividindo-se o ativo circulante da empresa (seus direitos de curto prazo, como o dinheiro em caixa e os estoques) pelo passivo circulante (as dívidas a curto prazo, como empréstimos, impostos, pagamentos a fornecedores, etc.).

Índice de liquidez seca

O índice de liquidez seca é similar ao índice de liquidez corrente. A única diferença é que ele exclui os estoques do ativo circulante da empresa, já que esses direitos são menos realizáveis no curto prazo.

A liquidez seca considera, portanto, os valores de que a empresa dispõe para pagar suas contas no curto prazo ainda que não consiga vender nada do que tem estocado.

Fórmula de cálculo do índice de liquidez seca

Como é mais rigoroso no cálculo do ativo, o índice de liquidez seca é menor que a liquidez corrente.

Índice de liquidez imediata

É o mais conservador dos índices de liquidez. Esse indicador considera apenas a conta do balanço patrimonial da empresa que representa os valores já disponíveis, ou seja, o dinheiro em caixa, os saldos bancários e as aplicações financeiras resgatáveis no curto prazo.

Além dos estoques, ficam agora excluídos outros elementos do ativo não líquidos no curtíssimo prazo, como as contas a receber de vendas a prazo.

Fórmula de cálculo do índice de liquidez imediata

O índice de liquidez imediata é bastante volátil e está mais sujeito às variações, já que os valores disponíveis são também aqueles mais fáceis de se movimentar.

Um índice de liquidez imediata alto não necessariamente significa que a empresa tem um bom controle de suas contas. Ter muito dinheiro em caixa pode ser prejudicial, por exemplo, no caso de uma inflação alta ou na falta de investimentos.

Índice de liquidez geral

O índice de liquidez geral busca dar uma visão da solvência de uma empresa no longo prazo.

Por este motivo, além dos itens considerados na liquidez corrente, o índice de liquidez geral adiciona os direitos e as obrigações da empresa para um prazo mais alargado, ou seja, seu Realizável a Longo Prazo e seu Exigível a Longo Prazo. Essas duas contas também podem ser obtidas no balanço patrimonial.

Fórmula de cálculo do índice de liquidez geral

A análise deste valor deve ser feita mais a fundo através do balanço patrimonial. Isso porque a empresa pode, por exemplo, ter feito um financiamento longo para investir em sua modernização, e os recursos para quitar essa dívida chegarão paulatinamente ao longo dos anos, não sendo necessários agora.

No entanto, a análise de uma série histórica da liquidez geral poderá demonstrar se a companhia está ganhando ou perdendo capacidade de pagamento.

Como analisar um índice de liquidez

Partindo a análise do índice de liquidez corrente, a leitura pode ser feita da seguinte maneira:

  • Índice de liquidez maior do que 1: a empresa possui alguma folga para cumprir com suas obrigações.
  • Índice de liquidez igual a 1: os valores à disposição da empresa empatam com as contas que ela tem para pagar.
  • Índice de liquidez menor do que 1: se a empresa precisasse quitar todas as suas obrigações no curto prazo, ela não teria recursos suficientes.

Quanto maior for o índice de liquidez da empresa, maior tende a ser sua saúde financeira. No entanto, esses índices contábeis não devem ser considerados isoladamente. Para ter uma visão geral do grau de liquidez de uma companhia, é preciso também ter em conta seu tipo de atividade e outros indicadores.

No caso de fabricantes, por exemplo, os estoques são um elemento de peso no seu ativo. No entanto, se essa empresa mantiver grandes estoques sem que consiga vendê-los, poderá ter problemas de endividamento.

Já uma empresa de serviços que só trabalha à vista e tem entradas de dinheiro diárias pode ter o seu desempenho nos indicadores de liquidez prejudicado por não contar nem com estoques, nem com duplicatas de clientes. Porém, essa companhia pode, ainda assim, estar com sua saúde financeira em dia.

Por esse motivo na interpretação dos índices de liquidez é importante que sejam considerados os valores médios apurados para o setor de atuação da empresa. Assim é possível traçar comparações mais precisas.

Índices de liquidez não levam em conta a qualidade do ativo da empresa. Ou seja, se a empresa tiver muitas duplicatas a receber, pode ter um índice alto. Porém, se sua carteira de clientes não for boa pagadora, ela poderá ter problemas.