O que é o ciclo de vida do produto?

O ciclo de vida do produto (CVP) corresponde à trajetória de comercialização de um produto ou serviço, da introdução à sua retirada do mercado. Esse conceito é bastante utilizado como base para os planos de marketing das empresas.

O CVP auxilia as empresas a calcularem quando e por quanto tempo conseguirão obter retorno de seus investimentos no lançamento de novos produtos, permitindo planejar também a sua substituição.

O modelo de ciclo de vida de um produto possui quatro fases: introdução, crescimento, maturidade e declínio. Cada etapa pressupõe estratégias diferentes de promoção, produção e distribuição.

O tempo de duração de cada etapa do ciclo depende do tipo de produto que está sendo comercializado e do próprio movimento do mercado. Artigos de moda e itens que envolvam tecnologia, por exemplo, costumam ter ciclos mais curtos do que produtos mais tradicionais, como um sabonete ou um pacote de arroz.

Conheça as particularidades de cada etapa do ciclo de vida do produto.

Introdução

A fase de introdução corresponde ao lançamento do produto no mercado. Como o produto ainda é desconhecido do público, o crescimento das vendas nesta etapa é baixo. Ao mesmo tempo, esta fase exige um grande investimento para fazer com que o produto atinja o seu público-alvo.

A combinação de crescimento lento de vendas e alto custo faz com que o lucro com um produto nessa etapa do ciclo seja normalmente baixo. Em alguns casos, a comercialização pode até registrar prejuízos. Por esse motivo, a empresa precisa estar preparada financeiramente para arcar com o custo de promoção de seu lançamento até que as vendas ganhem fôlego.

Crescimento

Corresponde à etapa em que o produto torna-se conhecido. O lucro empresarial cresce, acompanhando o grande aumento de vendas. Nesta etapa, a empresa precisa investir em distribuição, para poder acompanhar o aumento na demanda e, consequentemente, tirar o máximo proveito dele.

É nesta fase também que podem surgir os primeiros concorrentes do produto. Eles tentam pegar carona no sucesso obtido pelo lançamento. A estratégia de marketing nesta etapa deverá, portanto, considerar a necessidade de uma diferenciação do produto em relação à concorrência, a fim de que ele consiga se consolidar antes dos demais, o que pode ajudar a garantir uma maior fatia no mercado.

Maturidade

O alcance da maturidade corresponde à estabilização das vendas após o mercado atingir o seu ápice. Quando isso acontece, o crescimento da comercialização, quando existente, costuma ser pequeno.

Nesta etapa do ciclo do produto, a disputa por uma fatia do mercado é acirrada, com muitos concorrentes buscando a atenção do consumidor.

Além de continuar traçando estratégias de diferenciação, por exemplo, com o lançamento de novas versões do produto em questão, as empresas também podem apostar em projetos de redução de custos de produção. Assim, ganharão margem para fazer promoções.

Declínio

A fase de declínio é a etapa final do ciclo de vida de um produto. Em geral, ela acontece porque o produto tornou-se obsoleto e começou a ser substituído por outros. A obsolescência pode ser provocada, por exemplo, por um avanço tecnológico ou simplesmente pela mudança de gosto ou preferência do consumidor.

Quando o produto entra na fase de declínio, a empresa pode optar por reduzir sua produção e distribuição ou mesmo retirá-lo do mercado.

Você também pode ter interesse em marketing, análise de mercado e ramp-up.

Cheque sem fundo O que é o ciclo de vida do produto? Ciclo de vida de um projeto