Profissional Liberal e Trabalhador Autônomo: entenda as diferenças

O que é Profissional Liberal?

O Profissional Liberal é definido como aquele que exerce atividades específicas e qualificadas para o cargo que ocupa. Seu cargo tem origem em sua formação superior ou técnica e com habilitações definidas em lei.

Uma de suas características é que pertencem a categorias diferenciadas e são regidos por estatutos próprios, além de estarem registrados em ordem ou conselho profissional. O exercício de sua função é feito com liberdade, sendo possível constituir uma empresa, trabalhar como empregado ou mesmo transitar entre os dois.

Caso o profissional liberal venha a trabalhar como empregado, possui direitos semelhantes aos de quem possui carteira assinada, contribuindo à Previdência Social por este meio.

Alguns exemplos de profissionais liberais: advogado, contador, dentista, médico, economista, administrador de empresa, engenheiro, arquiteto, entre outros.

O que é Trabalhador Autônomo?

O trabalhador autônomo trabalha por conta própria, sem vínculo empregatício, assumindo os seus próprios riscos. A prestação de serviços de um autônomo é feita de forma esporádica e sem relação de emprego com um patrão, como um trabalhador de carteira assinada.

O trabalho de um autônomo acontece de forma livre, normalmente sem restrições de horário ou outras subordinações. Além disso, possui independência econômica em relação ao contratante.

Os profissionais autônomos não possuem vínculo empregatício, porém contribuem à Previdência Social como contribuinte autônomo com base nos rendimentos obtidos com os serviços prestados.

Alguns exemplos de profissionais autônomos: taxista, pedreiro, eletricistas, representante comercial, barbeiro, costureiro, motorista, entre outros.

Diferenças entre Profissional Liberal e Trabalhador Autônomo

Os profissionais liberais e os autônomos possuem diferenças em suas formas de atuação.

Como foi visto, o profissional liberal tem qualificação para o seu cargo, habitualmente abrangido por regras próprias para o trabalho, gerenciadas por uma ordem ou conselho profissional.

O seu trabalho é feito com independência técnica, além de que pode optar por ser empregado ou empregador.

Os trabalhadores autônomos são caracterizados pela sua independência frente ao contratante dos seus serviços. Os profissionais autônomos são ainda mais independentes que os liberais, porém assumem maiores riscos.

O trabalho autônomo é caracterizado por ter sua organização própria, sem cumprimento de horários e com independência econômica do contratante.

Saiba como contribuir ao INSS sendo profissional autônomo.

Publicado em
O que é pró-labore? Profissional Liberal e Trabalhador Autônomo: entenda as diferenças Proposta de valor