Mercado Financeiro

O que é Mercado Financeiro?

O mercado financeiro é uma estrutura de transações de compra e venda de valores mobiliários, como ações e obrigações, moedas nacionais, mercadorias, a exemplo dos commodities, e outros bens e títulos. O mercado financeiro é definido pelo contexto em que ocorrem estas operações entre superavitários - aqueles que possuem recursos para investir - e deficitários - aqueles que necessitam dos recursos.

O objetivo deste ambiente de negócios, que pode tanto ser social como virtual, é conectar quem precisa de dinheiro com quem quer investir, sejam pessoas físicas ou jurídicas. O lucro dos agentes envolvidos dá-se por taxas de juros, valores de corretagem, diferenças vindas da flutuação dos mercados, entre outros.

Também conhecido por Mercado Financeiro e de Capitais, assim divide as operações entre as de curto prazo - o chamado mercado monetário - e os contratos de longo prazo, como a operações envolvendo ações, títulos de dívida e derivativos (valores mobiliários com liquidação em data futura, como contratos futuros, opções e SWAPS)

As transações entre os investidores do mercado financeiro são promovidas por instituições intermediárias. São elas:

  • Banco Central
  • caixas econômicas
  • bancos estatais
  • bancos privados
  • bancos de investimentos
  • corretoras de valores
  • distribuidoras de títulos
  • fundos de investimentos
  • bolsas de valores

O mercado financeiro brasileiro é controlado por autoridades monetárias e de apoio como o Conselho Monetário Nacional e o Banco Central, e entre suas funções estão garantir o cumprimento da política monetária nacional. Há também a atuação do Comissão de Valores Monetários, do Banco do Brasil, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES, da Caixa Econômica Federal e do Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional.

Estes órgãos constituem o Sistema Financeiro Nacional, que regulamenta as trocas estabelecidas no mercado financeiro, de forma a organizar as transações e garantir a viabilização e legalidade dessas operações entre os chamados poupadores e tomadores.

Atualizado em