Day trade

As operações de Day Trade acontecem com as compras e vendas de ações ou outros produtos financeiros, em um mesmo dia, possibilitando ao investidor obter um lucro com as oscilações de preços.

Um agente que realiza operações diárias de Day Trade é conhecido como Day Trader, investidores que, quando bem especializados, conseguem um alto rendimento com este tipo de transação.

Esta operação vem do próprio significado da expressão Day Trade, como "Troca ou Negócio Diário". Outras expressões usadas para o mesmo termo são Day Trading ou Intraday Trading.

Como funciona e como investir no Day Trade

As operações que um Day Trader faz envolve a compra de títulos de renda variável, como ações na Bolsa, que possuem variações em seus rendimentos, o que pode levar a altos lucros ou prejuízos.

Neste processo é comum a especulação, já que para ter um rendimento positivo é preciso que o produto adquirido aumente de valor no mercado bolsista. Por exemplo, uma ação adquirida por R$ 10,00, passa a R$ 10,50 depois de algumas horas, gerando um lucro ao investimento.

A alteração de valor de um título acontece devido à própria lei da oferta e procura: o valor sobe quando há um excesso de procura e cai quando há uma excessiva quantidade ofertada do mesmo produto.

O que o Trader faz é tomar uma "Posição Longa", ou seja, comprar um ativo na Bolsa com um preço que acha ser inferior ao que vai estar em alguns minutos ou horas. Caso isso aconteça ele vende estes produtos com preço superior ao comprado.

Caso o mesmo produto tenha uma queda de valor, o Trader vende assim que atingir seu Stop Loss, um nível mínimo de venda antes que se desvalorize ainda mais.

Além disso, existe a "Posição Curta", situação em que se vende um ativo na Bolsa e recompra algum tempo depois por preço inferior ao vendido.

Investimento em Day Trade

Os investidores de produtos financeiros em Day Trading fazem essas operações pela Bolsa de Valores, através de corretoras autorizadas ou bancos.

Para participar de investimentos da Bolsa, comprando e vendendo ações, é preciso utilizar o Home Broker, uma plataforma digital que permite realizar as operações por meios informáticos.

Além de ações é possível realizar Day Trade com a compra e venda de outros tipos de ativos, como em operações com Ouro, Commodities, Dólar ou em Índices e mini-índices da Bolsa.

Existe ainda a possibilidade da Alavancagem, um processo onde é possível adquirir um ativo por uma quantia superior ao que está disponibilizado em conta para as operações, tomando um crédito com a própria corretora.

Custos em operar Day Trading

É preciso estar atento aos custos que são cobrados por cada corretora ou banco, para que não se comprometa parte do lucro com o Day Trade.

O primeiro destes é a Taxa de Corretagem e junto o ISS (Imposto Sobre Serviço), um imposto municipal que se destina à cidade de São Paulo onde está localizada a BOVESPA.

Na própria Bolsa de São Paulo existem também os Emolumentos, que são pequenas taxas cobradas para as operações de negociação e liquidação.

Uma outra taxa que corretoras cobram é a de Custódia, uma taxa mensal sobre a carteira de investimentos, que tem por objetivo manter os ativos adquiridos.

Imposto de Renda em Day Trade

É preciso estar atento com o Imposto de Renda que é cobrado quando se obtém lucros com operações em Day Trade.

Um ponto importante é de que em Day Trade o Imposto de Renda cobrado é de 20% sobre o rendimento da operação, diferente de investimentos com mais de um dia em que o IR é de 15%.

Sobre os 20% de IR já serão cobrados 1% que serão retidos na fonte durante a operação. O valor restante deve ser apurado pelo investidor e pago sempre ao final do mês.

Vantagens e Desvantagens do Day Trade

Muitos investidores conseguem lucrar todos os dias realizando operações em Day Trading, mas é preciso salientar que para conseguir esta vantagem é preciso se aprofundar no assunto com estudos sobre o mercado financeiro.

As desvantagens podem aparecer caso os custos de operação sejam elevados, principalmente as taxas de corretagem. Além disso, Day Trade envolve investimentos de alto risco, fazendo com que o investimento tenha prejuízo caso o mercado se mova na direção errada da estratégia.