Ativo imobilizado

Em contabilidade os ativos imobilizados são representados por bens e direitos que a empresa adquire para manter suas atividades em funcionamento, como por exemplo os edifícios, terrenos, máquinas, etc. Também é conhecido como ativo fixo.

Os ativos imobilizados aparecem no balanço patrimonial da empresa na parte de ativos não circulantes, ou também, os ativos realizáveis a longo prazo, considerando que a empresa não tem intenção de vendê-los.

Estes ativos são conhecidos como tangíveis, como o próprio edifício que a empresa está instalada.

Exemplos de ativos imobilizados

  • Imóveis (Terrenos e edifícios);
  • Móveis e utensílios;
  • Veículos;
  • Máquinas e equipamentos.

Estes ativos aparecem no balanço com valores reduzidos em comparação aos valores que foram adquiridos, já que são consideradas as depreciações.

Você pode saber mais sobre o que são as Depreciações.

Registro contábil dos ativos imobilizados

Quando uma empresa adquire um dos ativos imobilizados, o registro contábil é feito ao valor que foi comprado, conhecido como o custo de aquisição.

O valor de aquisição de ativo imobilizado para o registro contábil deve envolver todos os custos em volta como:

  • Valor de compra;
  • Custos de instalação;
  • Custos de frete;
  • Impostos não recuperáveis;
  • Outros custos relacionados ao ativo.

Existem valores que deduzem o valor de registro do ativo, como os descontos comerciais, abatimentos, impostos recuperáveis.

Se todo este custo de aquisição for inferior a R$ 1.200,00, ou ainda se o prazo de vida útil for inferior a 1 ano, o registro contábil do ativo imobilizado é facultativo.

Ativo e passivo Ativo imobilizadoAuditoria