Setores da economia

Leonardo Pereira
Leonardo Pereira
Economista

Os setores na economia representam áreas em que empresas e negócios compartilham de atividades com origens semelhantes. Tradicionalmente são considerados três setores: Primário, Secundário e Terciário. Atualmente também se considera o setor quaternário.

Quando consideramos a divisão da economia nos três setores, cada um deles representa:

  • Setor Primário: atividades que utilizam recursos naturais, como a mineração e agricultura
  • Setor Secundário: produção e transformação dos bens derivados do setor primário, como a indústria
  • Setor Terciário: ligado aos setores de serviços e comércio. Passa a ser quaternário quando envolve tecnologia da informação e pesquisa

Essa divisão na ciência econômica permite classificar a atividade de um país ou região e ainda analisar o seu desenvolvimento. Uma das formas é dividindo os setores com o peso que têm no Produto Interno Bruto (PIB) ou no Produto Nacional Bruto (PNB).

Quais são os setores na atividade econômica

A análise em setores divide a economia em uma grande cadeia produtiva, que inclui os processos que utilizam recursos naturais, os industriais e os serviços. Entenda cada um deles logo abaixo.

Setor Primário

O Setor Primário engloba áreas da economia que envolvem, principalmente, a extração ou colheita de bens naturais da Terra. As principais atividades deste setor são:

  • Agricultura
  • Pecuária
  • Silvicultura
  • Pesca
  • Extrativismo mineral

Antes de entrar em processo de industrialização, o setor primário era visto como o principal meio de sustento nas economias. Atualmente isso só é possível em países emergentes e entre os menos desenvolvidos.

Em países mais desenvolvidos, atividades como a agropecuária utilizam tecnologias e máquinas que aumentam a produtividade deste setor. Com isso, cada vez menos pessoas são empregadas neste setor.

Setor Secundário

O Setor Secundário tem presente os processos que levaram à industrialização das economias. Relaciona-se com o setor primário na transformação de matérias-primas extraídas daquele setor.

Este setor tem como exemplos empresas de transformação, manufatura, construção, entre outros. Veja alguns exemplos:

  • Produção têxtil
  • Indústria automobilística
  • Metalúrgicas
  • Produção de papel e celulose
  • Construção Civil
  • Indústria Naval
  • Indústrias alimentares

O crescimento deste setor está associado ao início do desenvolvimento das economias e o envolvimento delas com o capitalismo.

Setor Terciário

O Setor Terciário é composto pela componente de serviços e comércio na economia, como os vendedores, produtores de entretenimento e ainda as empresas financeiras.

A relação com o setor secundário está na venda dos produtos anteriormente fabricados ou nos serviços gerados em volta. Alguns exemplos de empresas do ramo de serviços são:

  • Comércio
  • Transportes
  • Restaurantes
  • Comunicações
  • Serviços financeiros
  • Serviços públicos
  • Turismo
  • Serviços de saúde

No processo de desenvolvimento econômico, o setor terciário é aquele que se torna dominante na adição de valor e na força de trabalho da economia.

Setor Quaternário

Apesar de o setor terciário estar em constante crescimento nas economias desenvolvidas, recentemente tem se considerado o Setor Quaternário, também conhecido como Terciário Superior.

Este é o setor responsável pela geração de ideias e inovação voltada aos outros três setores. Alguns exemplos de áreas de atuação:

  • Pesquisa e Desenvolvimento (P&D)
  • Tecnologia da Informação (TI)
  • Educação
  • Consultoria

Apesar de as empresas deste setor serem normalmente prestadoras de serviços, a separação foi feita para aquelas que focam na chamada economia do conhecimento.

Divisão da economia em setores

Dividir a economia em setores é importante para entender quais os que geram mais valor, renda e empregos ao país. Além disso, pode ajudar a classificar o nível que se encontra quando se fala em desenvolvimento econômico.

Um dos exemplos é a separação do Produto Interno Bruto (PIB) com o peso de cada setor. No caso brasileiro pode ser visto na imagem abaixo:

Setores da Economia no PIB
Serviços, Indústria e Agricultura no Brasil (% do PIB). Fonte: Banco Mundial

No Brasil, o setor dos serviços é considerado o dominante e em expansão assim como é o caso da maior parte dos países no mundo quando se considera o setor terciário. Atualmente responde por cerca de 63% do PIB segundo o Banco Mundial.

Outra forma de analisar a economia é dividindo-a em setores que representam agentes econômicos. Por exemplo, Famílias, Empresas e Estado são três setores que consomem e geram renda. Isto é o que representa o fluxo circular de renda.

Leonardo Pereira
Leonardo Pereira
Licenciado em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto (2021), em Portugal