Blockchain: entenda o que é e como funciona de maneira simples

O Blockchain é um sistema que registra e viabiliza as transações que acontecem entre utilizadores de criptomoedas, as moedas digitais.

Esta ferramenta reconhece e autoriza cada troca de moeda digital, registrando as operações como em um livro contábil. Ele exibe as informações que comprovam a validação ao público.

A operação de reconhecimento e validação por meio do Blockchain acontece de maneira descentralizada, diferente da validação feita em transações bancárias.

Como funciona o Blockchain?

Funcionamento do Blockchain

O Blockchain funciona utilizando uma espécie de "bloco" para armazenamento das informações digitais de operações financeiras envolvendo criptomoedas.

Nestes blocos, as informações armazenadas contam com dados como os valores e os sujeitos envolvidos na transação, além do "hash" de identificação do bloco.

Para cada bloco, o hash é gerado matematicamente conforme as características do bloco e utilizado de maneira única, ou seja, cada bloco tem seu próprio hash.

Após, existe uma validação dessas informações que podem evitar, por exemplo, que o mesmo Bitcoin seja usado em duas operações diferentes. Essa validação é feita por diferentes membros da rede Blockchain conhecidos como "mineradores".

Como o próprio nome sugere, a ferramenta forma "blocos em cadeia". Isto porque a partir da validação do bloco anterior, surge um novo bloco para recepcionar novas informações. O novo bloco é adicionado contendo suas próprias informações, e ainda, o hash do bloco anterior.

Além disso, a criação de novos blocos validam a existência dos mais antigos. Assim, quanto mais antigo, mais validações aquele bloco recebeu. Por fim, todas as transações são gravadas em uma espécie de livro-razão conhecido como ledger.

O ledger fica visível para todo o público.

Diferença do sistema Blockchain e do sistema bancário

No Blockchain, a validação das transações de Bitcoins, ou outras criptomoedas, acontecem por meio dos mineradores. Ou seja, quanto mais mineradores, maior a segurança da rede.

Além de auxiliar na formação dos blocos, os mineradores devem calcular fórmulas matemáticas complexas para que cada hash seja validado. O minerador que decodifica primeiro recebe um bônus, enquanto outros devem analisar se o cálculo está correto.

Essa estrutura, porém, é diferente da validação que acontece por meio do sistema bancário. Neste, vários usuários realizam suas operações e o próprio banco é necessário para registrar e provar que são válidas.

No âmbito bancário, o sistema é conhecido como Sistema Centralizado, enquanto o Blockchain é considerado um Sistema Descentralizado.

Como surgiu o Blockchain?

O Blockchain surgiu como sistema do Bitcoin, principalmente após a publicação do artigo Bitcoin: A Peer-to-Peer Electronic Cash System. O autor ficou famoso por seu pseudônimo Satoshi Nakamoto, mas nunca conhecido pessoalmente.

Assim, o Blockchain passou a ser conhecido como o sistema que conduziria as transações de todos os Bitcoins e posteriormente outras criptomoedas. O sistema passou a ser muito utilizado pela segurança para quem optasse por esse tipo de moeda no ambiente digital.

Se quiser entender ainda melhor sobre a função do Blockchain para as moedas digitais, veja o que é uma Clearing House. Para se aprofundar ainda mais, tire todas as suas dúvidas sobre como funciona o Bitcoin!

Bitcoin: entenda o que é e como funciona a moeda digital Blockchain: entenda o que é e como funciona de maneira simples Bolsa de valores