O que é Administração Científica?

A Administração Científica é um método administrativo que relaciona o máximo de produtividade dos trabalhadores de uma produção, com o menor tempo possível, através de uma gestão mais analítica.

Esse modelo é também conhecido por Taylorismo, ou teoria científica de Taylor, já que foi inicialmente desenvolvida pelo engenheiro norte-americano Frederick Winslow Taylor entre o fim do século XIX e início do século XX.

Taylor foi o primeiro administrador a utilizar métodos científicos, por meios gráficos, analisando pontos onde a produtividade era maior, pelo menor tempo possível.

Princípios da Administração Científica

A teoria de Taylor é conhecida por tornar a gestão mais eficiente, já que se baseou em mais planejamento por meio de estudos de tempos e movimentos na produção. Anteriormente, a administração se baseava em experiências empíricas e menos científicas.

Ao analisar uma produção e estudar sua produtividade seria possível simplificar a função de cada trabalhador por meio de racionalização, remover o esforço desnecessário e fazer mais com menos tempo, segundo Taylor.

No livro "Princípios da Administração Científica", Frederick Taylor propõe alguns princípios fundamentais para fazer a gestão científica:

1. Planejamento

Este princípio diz que, para a administração científica acontecer, todos os aspectos do trabalho devem ser analisados e com isso, aplicados os melhores métodos para a produção.

2. Seleção e preparo

Este princípio diz que, para cada função, existe um trabalhador com mais capacidade e que pode passar por treinamentos, com o objetivo de especializá-lo para aquele cargo.

3. Controle

O controle significa a gestão do trabalho para que não saia do planejado, ou seja, para que esteja em acordo com os métodos e as metas realizadas no primeiro princípio.

4. Execução

O princípio da execução diz que o trabalho deve ser distribuído e controlado, para que o trabalhador não realize movimentos desnecessários, o que aumentaria o cansaço físico e a diminuição de sua produtividade.

5. Singularização das funções

Este princípio relaciona a especialização de cada trabalhador em cada cargo, e a redução de custos ao adotar esta medida. 

Com o tempo outros princípios começaram a ser adotados por administradores que seguiam as ideias de Taylor.

Vantagens e Desvantagens do Taylorismo

O Taylorismo tem uma vantagem histórica pela dinâmica da produtividade, pois foi possível colocar em pauta o aumento dos salários e a diminuição da carga horária, de uma maneira mais concreta. 

A teoria de Taylor teve como maior desvantagem, e motivo para ser mal visto por aqueles que eram contra estes métodos, a mecanização dos trabalho.

Ainda assim, a administração científica foi pioneira nos estudos de métodos de trabalho, sendo grande responsável pela evolução de Engenharias Industriais e de Produção. 

Account Manager O que é Administração Científica?Agronegócio