O que é Fintech?

Fintech é um tipo de empresa financeira que presta os seus serviços financeiros com o uso de tecnologias. O termo surgiu com a junção das palavras financial e technology, ou "tecnologia financeira" em português.

Estas empresas foram criadas com o objetivo de melhorar a oferta de serviços financeiros por meio de sua automação e o aumento da capacidade ao utilizarem tecnologias mais avançadas.

As fintechs conseguem integrar diversos serviços para o fácil acesso dos utilizadores. Compreende diferentes tipos de tecnologias, como sistemas de pagamentos, cartões de crédito, plataformas de crowdfunding, moedas digitais, entre outros.

Como funciona uma fintech

As fintechs têm como essência ajudar empresas ou consumidores em suas operações financeiras com o uso de tecnologias, principalmente pela internet ou pelos smartphones.

Muitas fintechs surgiram ou surgem na forma de startups ou como empresas já consolidadas que passaram a desenvolver tecnologias para serviços do setor.

O que estas empresas procuram fazer é oferecer serviços financeiros rápidos e com pouca burocracia, usando os sistemas que desenvolvem.

Na hora de conceder empréstimos, por exemplo, muitos consumidores conseguem aprovação imediata conforme o perfil que possuem. Tudo isso é possível graças aos algoritmos desenvolvidos por estas empresas.

Os serviços oferecidos conseguiram combinar a tecnologia com a simplicidade nos serviços oferecidos aos usuários, com a vantagem em terem custos mais reduzidos.

Combinando o fácil acesso com taxas e custos bem mais reduzidos, as fintechs têm conseguido atrair consumidores de grandes instituições financeiras para empresas financeiras menores. Como exemplo no caso de grandes bancos, foi preciso promover um grande investimento em tecnologia para se equiparar a estas empresas.

Pelo lado de quem deseja investir, emprestar capital às fintechs é uma oportunidade de investimento. Fintechs que emprestam dinheiro à empresas, por exemplo, contam com o capital emprestado por investidores, tendo como papel, o intermédio nas operações.

Fintechs no Brasil

No Brasil já existem fintechs que se enquadram em diferentes categorias, tais como pagamentos, crédito, cartões de crédito, contas digitais, seguros, empréstimos ou financiamentos.

O funcionamento das fintechs são regulados e acompanhados pelo Banco Central do Brasil. Empresas que atuam com crédito ou empréstimos devem ter autorização prévia da instituição.

Entre alguns exemplos de fintechs conhecidas no Brasil, estão os bancos digitais, como Nubank e Neon, serviços de meios de pagamentos como PagSeguro e Stone, e empresas de cartões como a Trigg. Até meados de 2019 já eram mais de 500 fintechs reconhecidas.

Atualizado em