Análise de crédito

O que é uma análise de crédito?

A análise de crédito é um processo em que são levantados dados passados de tomadores de crédito de maneira a entender como estes se comportam ao tomarem capitais alheios.

Esta análise é muito utilizada em bancos ou financeiras, que buscam entender e classificar seus clientes entre aqueles que reembolsam corretamente os valores de um crédito.

Para que seja feita, a análise leva em consideração diferentes fatores relacionados às características da pessoa física tomadora do crédito, como salário, ocupação, status em órgãos de proteção ao crédito, entre outros.

No caso de financiamentos, é possível analisar a viabilidade de acordo com a utilização daquilo que se está financiando. Por exemplo, na aquisição de compras de carros ou casas, analisa-se como o comprador pode utilizar seus recursos enquanto paga pelas mensalidades.

Para empresas, ou pessoas jurídicas, o que uma instituição financeira faz é analisar as demonstrações financeiras para perceber como anda a saúde do negócio.

Como é feita a análise de crédito

O que este tipo de análise faz é perceber se existe algum risco de crédito potencial com tomadores de empréstimos ou financiamentos, em uma instituição financeira.

Sendo assim, a análise procura identificar em qual nível de risco se encontra o capital emprestado, principalmente quanto à inadimplência.

O que algumas empresas fazem é verificar se o nome da pessoa física se encontra ativo em algum órgão de proteção através de dados cadastrais, como o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) por exemplo.

Além disso, outras etapas podem fazer parte desta análise por parte da financeira, como:

  • Análise de dados cadastrais e situação financeira;
  • Análise de patrimônios;
  • Análise de histórico de outras concessões de crédito;
  • Análise do reembolso do crédito dentro do orçamento.

Este processo pode ser feito por meios informáticos de fácil acesso e com critérios adicionais, dependendo de cada instituição financeira.

No caso de crédito que deve ser concedido à empresas, os bancos atuam com análises quantitativas, por meio de rácios, calculados utilizando os indicadores econômicos e financeiros das últimas demonstrações contábeis elaboradas.

Ao final, com todas as informações vistas, é analisada a viabilidade em conceder o crédito, bem como as taxas de juros que envolvem a transação, já que quanto maior o risco de incumprimento, maior pode ser a taxa cobrada.