Lean Startup

Startup Enxuta

Lean Startup é um método de gestão em que produtos e serviços são desenvolvidos no menor tempo e ao menor custo possível, combinando práticas da indústria da inovação.

Também chamado de startup enxuta, é um modelo de negócio focado na simplificação, em que a tentativa e erro são mais válidos do que extensos planejamentos estratégicos e planos de negócio detalhados. O termo vem do livro intitulado The Lean Startup, do autor Eric Ries.

Startup e Lean Startup

O já consolidado conceito de startup prevê um modelo de negócio baseado em produtos ou serviços inovadores cuja empresa apresente um rápido crescimento. Associando-se ao lean startup, pode-se dizer que além da evolução em menos tempo, é também feita com o menor custo. Pois a aplicação do método lean startup pressupõe a identificação e eliminação de todo e qualquer desperdício, inclusive de tempo. 

O método Lean Startup

A metodologia é inovadora e contradiz boa parte das teorias da administração. Mas vem se mostrando de acordo com o novo momento do empreendedorismo no mundo, influenciado pelos métodos ágeis da tecnologia da informação aplicadas em grandes núcleos empresariais contemporâneos como o Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos.

Um dos principais objetivos do lean startup é otimizar o dinheiro do investidor, de forma a usar menos tempo e recursos na fase de construção do projeto, embasamento do negócio e etc. Isto para que, quando chegue ao consumidor, reduza-se as perdas no caso de erros ou falhas na concepção. Ou seja, é reduzir o tempo entre conceber a ideia e colocar em prática para conhecer logo como se dá a aceitação do mercado.

Ao invés do tradicional plano de negócio, a empresa é baseada em um canvas que identifica como o empreendedor cria valor para si e para o cliente. Canvas, ou Busines Model Canvas, é um diagrama que o empreendedor preenche e estabelece enquanto modelo de negócio mais simples e direto.

Depois é hora de testar as hipóteses direto com o consumidor. É preciso encontrar os potenciais mercados e passar a chamada fase de desenvolvimento com clientes. Assim faz-se o teste de produtos e serviços ainda sem ter os custos de marketing, por exemplo, e reduz-se o tempo de correção de problemas. Se o consumidor perceber um erro, não é preciso voltar a estaca zero do processo produtivo. Isto torna o processo de desenvolvimento mais dinâmico.

É nesta fase que a lean startup vai usar o MVP,Minimum Viable Product.O termo é traduzido por Produto Mínimo Viável, que significa o menor investimento possível para desenvolver o produto de forma mais básica e assim colocá-lo logo no mercado para validação do cliente.

No caso do MVP não performar como esperado, é preciso uma mudança no rumo do negócio. Seja uma virada brusca no desenvolvimento do produto, ou no público-alvo. Fazer alterações estratégicas no lean starup é chamado de pivotar, ou no inglês to pivot, que significa girar.

Você também pode se interessar por Startup.